Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Mostrando itens por marcador: een Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Mostrando itens por marcador: een
Início do conteúdo da página

O ano de 2020 representou inúmeros desafios em decorrência da pandemia do novo coronavírus. No setor produtivo, as pequenas empresas foram as mais afetadas. A Enterprise Europe Network (EEN) enfrentou esse cenário apostando na inovação e na cooperação internacional para garantir que empresas pudessem alcançar oportunidades. “Em um momento de incertezas, a tecnologia e a colaboração foram a chave para a resiliência, catalisação de mudanças e a geração de negócios”, acredita Márcio Canedo, coordenador da rede EEN Brasil.

A EEN é um programa da União Europeia que promove o crescimento de pequenos e médios negócios e apoia o processo de internacionalização de empresas no encontro de parceiros estratégicos. Mais de 60 países participam da rede. No Brasil, a rede é gerenciada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), unidade de pesquisa ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovações (MCTI).

Canedo fez um balanço positivo da atuação da rede EEN Brasil em 2020. “O ano passado representou a consolidação da rede no país, com novos parceiros estratégicos que fortalecem o consórcio, a capilaridade e o acesso de empresas brasileiras ao cenário internacional de investimentos e inovação”, diz Canedo.

No âmbito de instituições governamentais, Canedo destaca a participação no consórcio da Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

A rede também fortaleceu as parceiras com instituições do setor privado como a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação no Paraná (Assespro-Paraná), ABCasa (Associação Brasileira de Artigos para Casa, Decoração, Presentes, Utilidades Domésticas, Festas e Flores), Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), que representam empresas de todo o Brasil.

Apesar da crise, a pandemia trouxe oportunidades de crescimento. Em março, a EEN Brasil apoiou a EEN Catar na identificação de empresas brasileiras exportadoras de álcool para produção de álcool em gel para países árabes. Através de contatos com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Associação Brasileira do Açúcar e do Álcool, foi apresentada a proposta para mais de 25 produtores brasileiros. Uma farmacêutica do Catar fechou três contratos de distribuição e o produto começou a ser exportado em julho. 

A pandemia também fez com que a EEN Brasil e a Swiss Innovation Agency (Innosuisse) realizassem uma chamada para a seleção de propostas de projetos de inovação entre empresas brasileiras e suíças para tecnologias voltadas para a prevenção do coronavírus, na qual duas empresas brasileiras enviaram propostas. 

As chamadas de cooperação internacional voltadas para a inovação e P&D marcaram a atuação da rede em 2020. Em parceria com a Embrapii e a Apex-Brasil, a ENN Brasil realizou chamadas com agências de inovação da Suíça, Suécia e Israel, que também contaram com o apoio de escritórios da EEN na União Europeia.

Os editais estão inseridos no programa Techmakers, que apoia empresas e instituições de pesquisa com recursos para a elaboração de novos produtos e processos de inovadores voltados à aplicação no mercado. Quatro empresas participantes da ENN Brasil foram selecionadas na chamada da Suécia e uma na chamada com Israel. Elas vão desenvolver soluções em parcerias com institutos tecnológicos e universidades.

Outra frente de atuação foi a promoção de rodadas de negócios virtuais internacionais. A EEN Brasil foi co-organizadora de 16 eventos virtuais na plataforma digital B2Match. “Mais de 70 empresas brasileiras puderam apresentar seus produtos, projetos e serviços para outras empresas, universidades e órgãos governamentais”, lembra Canedo.

No início do ano, a EEN Brasil e a EEN Catalunha organizaram uma comitiva de empresas brasileiras para a Mobile World Conference, a maior feira de tecnologia do mundo. Mais de 50 startups foram recrutadas para participar. Em fevereiro, a versão presencial foi cancelada e o evento se tornou virtual. Assim, 100 empresas brasileiras participaram, num total de 650 encontros, que renderam contratos de distribuição e de joint venture entre os participantes. Outro destaque foi o evento Smart City 2020, que teve a EEN como um de seus organizadores. A EEN Brasil recrutou 24 empresas brasileiras para participar do maior evento mundial voltado para soluções de cidades inteligentes.

Perspectivas para 2021

A grande maioria das empresas brasileiras, sobretudo as de pequeno porte, não têm centros de pesquisa e desenvolvimento. Para 2021, a EEN Brasil pretende estimular a internacionalização de empresas brasileiras e o desenvolvimento de serviços e processos inovadores em áreas como Internet das Coisas, tecnologias industriais, mobilidade, eficiência energética e redução de resíduos. Para isso, vai realizar novas chamadas internacionais para o programa Techmakers com Israel, Suécia, Suíça, Canadá e Coreia do Sul.  

A EEN também vai apoiar a organização de eventos estratégicos da Low Carbon Business Action, uma plataforma empresarial da União Europeia criada para promover a transição sustentável de empresas para uma economia circular e de baixo carbono.“Vamos apoiar a identificação de empresas verdes brasileiras e europeias para a participação de rodadas de negócios”, avalia Canedo.

Este ano, a LCBA vai priorizar os mercados do Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia e México, como os países da América Latina que mais oferecem demandas e oportunidades de crescimento através de tecnologias e soluções verdes em setores como agricultura, energia e transporte.

Diversos eventos estratégicos e rodadas de negócios internacionais também estão no radar. A EEN será co-organizadora de mais de 35 eventos virtuais como a Mobile World Conference,  IoT Conference e a Agritechnica.

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict 

Publicado em Notícias

A Enterprise Europe Network (EEN) é um programa da União Europeia, criado em 2008, com o objetivo de promover o crescimento de pequenos e médios negócios e apoiar o processo de internacionalização de empresas no encontro de parceiros estratégicos. Mais de 60 países participam da rede.

No Brasil, a EEN é gerenciada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), unidade de pesquisa ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovações (MCTI).

“O Ibict busca promover o acesso à informação para o setor produtivo e apoiar a transferência de tecnologia e conhecimento. Assim, empresas do Brasil podem alcançar oportunidades e aprimorar a inovação de serviços e produtos”, diz Márcio Canedo, pesquisador do Ibict e coordenador da rede EEN Brasil.

Veja quatro maneiras de como uma empresa pode se inserir no mercado internacional ao participar das ações e serviços oferecidos pela EEN.

1- Participar da plataforma da EEN

A EEN possui uma plataforma digital gratuita, voltada para parcerias entre as empresas dos países-membros. As empresas podem se cadastrar na plataforma e acessar informações e oportunidades internacionais de negócios. São mais de 10 mil oportunidades de negócios listadas no banco de dados. 

No site da EEN Brasil é possível realizar buscas de acordo com o país de origem e consultar ofertas e demandas. O site permite criar perfis para empresas e as cadastradas podem apresentar seu negócio e tecnologia e publicar anúncios.

A EEN Brasil possui parceiros como a Assespro-Paraná, que auxilia a empresa tanto na publicação do perfil dela na plataforma, como na divulgação dos perfis junto aos demais integrantes da rede.

2- Consultar a rede de especialistas da EEN

Caso uma empresa brasileira queira exportar para um determinado país da rede ou formar uma parceria, a EEN Brasil pode acionar os contatos e especialistas da rede e informar quais são os procedimentos e regras relacionados ao segmento de negócio.

A EEN pode apoiar na busca de parceiros internacionais, auxílio na criação de propostas, assistência em processos de transferência de tecnologia, conselhos sobre leis e normas internacionais, conhecimento em direito e propriedade intelectual, informações sobre ecossistemas de negócios e setores, entre outros.

3- Participar das chamadas e editais de cooperação internacional

A EEN Brasil, ao lado de parceiros, promove diversas chamadas de cooperação internacional voltados para a inovação e P&D. Em 2020, a EEN Brasil realizou parcerias com agências de inovação de países como Suíça, Suécia, Finlândia e Israel.

Os editais são voltados para que empresas brasileiras e instituições de pesquisa do Brasil elaborem propostas de cooperação que resultem em novos produtos e processos voltados à aplicação no mercado.

A EEN Brasil atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica e agências de inovação. Entre os parceiros das chamadas, estão a Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).  

4- Participar de eventos de networking e rodadas de negócios da rede

Diversos eventos ligados à União Europeia são realizados pelos membros da EEN. A rede promove feiras, seminários, conferências, sessões de matchmaking e rodadas de negócios internacionais voltadas para inovação. Empresas brasileiras e centros de tecnologia do Brasil podem participar desses eventos para realizar contatos de negócios e conhecer oportunidades.

 

Para mais informações acesse o site da EEN Brasil ou entre em contato por e-mail:

http://eenbrasil.com.br/

Márcio Canedo - marciocanedo@ibict.br

 

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict 

Publicado em Notícias

Nos dias 5 a 8 de novembro, o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) participa da mostra agropecuária Expoabra, em Brasília/DF. Este ano, devido à pandemia, o evento ocorre de forma virtual. A Expoabra é promovida pelo Instituto Parque Granja do Torto (PGT), a Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape) e a Secretaria de Agricultura (Seagri).

Nos quatro dias da exposição, produtores, empreendedores rurais e o público em geral poderão acompanhar, pela internet, palestras e bate-papos com especialistas, capacitações práticas com clínicas especializadas e provas técnicas e regulamentadas. Também será possível fechar negócios em formato virtual, participar de venda e leilão de animais e assistir a lives com artistas.

O Ibict é uma das instituições apoiadoras e está presente no eixo Ciência e Tecnologia, com um “estande virtual” no evento.  Ao visitar o site da Expoabra, o público poderá conhecer diferentes projetos da instituição voltados para o setor produtivo.

“O Ibict tem atuado de forma cada vez mais dinâmica e plural, desenvolvendo serviços voltados ao setor produtivo, em parceria com a indústria, entidades empresariais, universidades, agências de inovação e centros de pesquisa”, diz Márcio Canedo, pesquisador do Ibict e coordenador da EEN Brasil.

Entre os projetos do Ibict apresentados na feira, estão a rede Enterprise Europe Network (EEN), criada pela Comissão Europeia para promover o crescimento de pequenos e médios negócios. Os serviços oferecidos por meio da EEN são gratuitos e têm como foco apoiar a inovação e a internacionalização de empresas e a transferência de tecnologia. No Brasil, a EEN é gerenciada pelo Ibict e trabalha para aumentar a visibilidade de empresas brasileiras no exterior.

Outros projetos são a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), que dimensiona potenciais impactos ambientais de um produto ou serviço e o Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT), que orienta empreendedores na solução de problemas e informações técnicas, através de um Banco de Informação formado por Respostas e Dossiês Técnicos, em diversos segmentos de agronegócios, indústria e serviços.

Já o Sistema Aberto de Observatório para Visualização de Informações (Visão) disponibiliza, através de um mapa interativo e visual, as informações oficiais produzidas por instituições públicas brasileiras para apoiar a tomada de decisão, a construção de políticas públicas e as decisões estratégicas.

Novo parque é lançado durante o evento

A Expoabra também será o momento do lançamento do projeto para o novo Parque de Exposições Granja do Torto (PGT). O espaço busca se tornar o grande centro de desenvolvimento da agropecuária da região Centro-Oeste, voltado ao crescimento do setor por meio da inovação tecnológica.

O plano tem como foco o desenvolvimento do segmento agropecuário por meio de investimentos em inovação tecnológica, pesquisas, capacitação de pessoal, prestação de serviços, produção e comercialização de insumos e material genético.

Para o presidente do PGT, Eugênio Faria, a reestruturação significa mais investimentos em educação, inovação e tecnologia, o que é fundamental para tornar o DF um polo de pesquisa e desenvolvimento. “A expectativa que temos no evento é lançar o PGT para Brasília e para o Brasil como uma grande casa do que existe atualmente em tecnologia e inovação agropecuária para o País inteiro. As iniciativas da exposição estão voltadas para mostrar toda a capacidade do DF e regiões próximas para trazer um programa de empresas e produtos de expressividade nacional”, afirma o presidente.

 

Serviço

ExpoAbra Digital

De 5 a 8 de novembro 

Inscrições: www.expoabra.com.br

 

Carolina Cunha, Núcleo de Comunicação Social do Ibict

 Com informações da Agência Brasília

Publicado em Notícias

Quais são as tendências e novidades em soluções para a sustentabilidade? Sediada na França, a Pollutec é uma das maiores feiras internacionais de equipamentos, tecnologias e serviços relacionados ao setor ambiental. A feira trata de temas como energia renovável, economia circular, água, gestão de riscos naturais, saneamento, biodiversidade e muito mais.

Este ano, devido à pandemia de covid-19, a Pollutec será realizada online nos dias 1 a 4 de dezembro. A programação conta com workshops, reuniões de negócios, conferências e apresentações de soluções.

Durante a Pollutec acontece o Green Days 2020, o evento oficial B2B que promove reuniões virtuais para aproximar parcerias de negócios. A proposta é reunir start-ups, empreendedores, representantes de centros de pesquisa e investidores para encontrar soluções tecnológicas inovadoras e estabelecer parcerias internacionais nas áreas de Meio Ambiente, Energia e Economia Circular.

Através de reuniões agendadas na plataforma B2Match, os participantes poderão apresentar suas iniciativas, conhecer ambientes de negócios internacionais e encontrar futuras oportunidades para colaborações na área de inovação ambiental.

O Green Days 2020 é organizado pela Câmara do Comércio e da Indústria, de Auvergne-Rhône-Alpes, região da França. A organização francesa é membro da Enterprise Europe Network (EEN), uma rede que tem o objetivo de promover o crescimento de pequenos e médios negócios com a União Europeia. No Brasil, a EEN é gerenciada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict).

“Teremos representantes de mais de 30 países nesse evento. Líderes de empresas brasileiras e centros de tecnologia podem participar para realizar contatos de negócios e conhecer as oportunidades da economia verde na União Europeia”, diz Márcio Canedo, pesquisador do Ibict e coordenador da rede EEN Brasil.

A participação no Green Days 2020 é gratuita. As inscrições estão abertas até o dia 13 de novembro.  Inscreva-se: https://green-days-pollutec-2020.b2match.io/

Para mais informações, entre em contato com a ENN Brasil por meio do e-mail:  marciocanedo@ibict.br

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

Como as cidades têm se preparado para o futuro? Sediado em Barcelona, na Espanha, o Smart City Expo World Congress (SCEWC) é o principal encontro internacional voltado para a próxima geração de tecnologias e soluções urbanas inteligentes.

Este ano, devido à pandemia de covid-19, o SCWEC vai realizar o Smart City Live, um evento spin-off digital que acontece nos dias 17 e 18 de novembro.  A proposta do evento é reunir gestores públicos, líderes municipais, start-ups, empreendedores, pesquisadores, especialistas e investidores para estabelecer parcerias e compartilhar conhecimentos e soluções em cidades inteligentes.  

No dia 17 de novembro, será realizada uma transmissão ao vivo, direto de um estúdio em Barcelona, com entrevistas, debates, apresentações e casos de sucesso. O segundo dia do evento terá uma programação de palestras, workshops e rodadas de negócio. Os temas abordados vão refletir sobre como a pandemia desafiou as cidades a repensarem a si mesmas com soluções inovadoras para a superação da crise e o mundo pós-pandemia. 

Os temas-chave do Smart City Live são a adaptação da mobilidade urbana para viagens seguras e sustentáveis, tecnologias para enfrentar os desafios urbanos globais, o redesign das cidades e a vida urbana para todos, a garantia de uma recuperação econômica inclusiva, a criação de infraestruturas resilientes e ambientes urbanos e o futuro do varejo na era digital.

Para mais informações, acesse: https://www.smartcityexpo.com/

Evento Virtual Brokerage Smart City Live

Quem busca novos contatos de negócios pode se inscrever no evento Virtual Brokerage, que acontece nos dias 17 e 18 de novembro, simultaneamente à programação do Smart City Live 2020.  O evento promove reuniões virtuais para aproximar parcerias de negócios.

Através de reuniões agendadas na plataforma B2Match, os participantes poderão fazer networking e apresentar suas iniciativas, conhecer ambientes de negócios internacionais e encontrar futuras oportunidades para colaborações bilaterais na área de cidades inteligentes.

Além das reuniões virtuais, no dia 18 o Virtual Brokerage promove o webinar “International tenders of public procurement of innovation” e o workshop “Catalogue of Early Demand: Future projects of public procurement of innovation”, que abordam contratos públicos e empresas de inovação. 

O Virtual Brokerage é organizado pela ACCIÓ, a agência pública do governo da Catalunha para a competitividade empresarial, em parceria com a Enterprise Europe Network (EEN), rede que tem o objetivo de promover o crescimento de pequenos e médios negócios com a União Europeia. No Brasil, a EEN é gerenciada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict).

“Representantes de empresas brasileiras e centros de tecnologia que estão criando soluções inovadoras para gerar impactos sociais positivos nas cidades podem se inscrever no evento de brokerage. É uma excelente oportunidade para firmar novas conexões e conhecer como funcionam os ecossistemas de inovação da União Europeia”, diz Márcio Canedo, pesquisador do Ibict e coordenador da rede EEN Brasil.

A participação no Virtual Brokarage é gratuita. As inscrições estão abertas até o dia 9 de novembro.  Inscreva-se: https://smartcity2020.b2match.io/home

 

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict 

Publicado em Notícias

Venha conhecer novas parcerias para desenvolver um projeto inovador ao lado de empresas suecas. No dia 22 de outubro, acontece o Digital Sweden-Brazil Matchmaking 2020, evento online de matchmaking entre empresas e pesquisadores da Suécia e do Brasil.

O Digital Sweden-Brazil Matchmaking 2020 é gratuito e acontece das 9h às 12h (horário do Brasil), na plataforma B2Match. O público-alvo são empresas de inovação, startups e instituições de inovação tecnológica.

Através de reuniões virtuais one-on-one, os participantes poderão apresentar suas iniciativas e encontrar oportunidades para colaborações futuras bilaterais nas seguintes áreas prioritárias: saúde, cidades inteligentes, bioeconomia e mineração sustentável.

O Digital Sweden-Brazil Matchmaking é organizado pela Enterprise Europe Network (EEN) e a Research Institutes of Sweden (RISE), com apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), Vinnova e Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CSIB).

O evento faz parte do processo da 2ª Chamada Vinnova-Embrapii, que abre oportunidades para projetos inovadores entre Brasil e Suécia.

Para realizar a sua inscrição, acesse: http://sbii-matchmaking-2020.b2match.io/

Sobre a Chamada

A 2ª Chamada Vinnova-Embrapii é uma colaboração internacional da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) com a Vinnova, agência governamental sueca para pesquisa e desenvolvimento.  A chamada está aberta até o dia 30 de novembro de 2020.

O edital conta ainda com o apoio da Enterprise Europe Network (EEN), rede que tem o objetivo de promover o crescimento de pequenos e médios negócios com a União Europeia. No Brasil, a EEN é gerenciada pelo Ibict.

Qualquer empresa, prestadora de serviços ou instituição de pesquisa que esteja desenvolvendo um projeto inovador com valor agregado para a economia ou para a indústria pode participar. É necessário desenvolver uma solução para um problema tecnológico industrial, um produto ou um processo, que conte com a participação de pesquisadores suecos e brasileiros no seu desenvolvimento e que possa ser comercializada ou ir para o mercado no futuro.

Todas as áreas são contempladas, porém as seguintes áreas são prioritárias: aeronáutica, cidades inteligentes, IoT (Internet das Coisas), bioeconomia, mineração sustentável e life science.

Para participar, a empresa brasileira deve desenvolver o projeto em parceria com uma empresa sueca e identificar uma Unidade Embrapii para apresentar a proposta.

Para mais informações, entre em contato por meio do e-mail:  marciocanedo@ibict.br

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict

 

Publicado em Notícias

A 2ª Chamada Vinnova-Embrapii abre oportunidades para projetos inovadores entre Brasil e Suécia. Como parte desse processo, no dia 24 de setembro, às 10hs (horário de Brasília), acontece o webinar Sweden Brazil Innovation Initiative - Focus on IPR, que vai abordar o tema propriedade intelectual.

“A Chamada busca produtos ou serviços inovadores e inéditos. Nesse sentido, a propriedade intelectual é uma dimensão fundamental e muita gente tem dúvidas sobre como garantir a proteção de patentes e propriedade industrial em projetos bilaterais. O encontro vai esclarecer essa temática para proponentes e interessados”, diz Márcio Canedo, pesquisador do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) e coordenador da EEN Brasil.

O webinar é gratuito e em inglês. No evento, serão apresentadas informações sobre a Chamada e os aspectos jurídicos para contratos de colaboração. O participante poderá tirar dúvidas com especialistas sobre as regras de propriedade intelectual no Brasil e na União Europeia.

Para realizar a inscrição, acesse o link

 

PROGRAMAÇÃO

Abertura

Ervin Alic – EEN Suécia

Márcio Canedo – EEN Brasil/ Ibict

José Luiz Gordon - Embrapii

Palestrantes

Giovanna Girardi, IPR expert - Latin America IP SME Helpdesk

Michele Dubbini, IP & Innovation Advisor - European IPR Helpdesk

 

SOBRE A CHAMADA

A 2ª Chamada Vinnova-Embrapii é uma colaboração internacional da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) com a Vinnova, agência governamental sueca para pesquisa e desenvolvimento.  A chamada está aberta até o dia 30 de novembro de 2020.

O edital conta ainda com o apoio da Enterprise Europe Network (EEN), rede que tem o objetivo de promover o crescimento de pequenos e médios negócios com a União Europeia. No Brasil, a EEN é gerenciada pelo Ibict.

O público-alvo é formado por qualquer empresa, prestadora de serviços ou instituição de pesquisa que esteja desenvolvendo um projeto inovador com valor agregado para a economia ou para a indústria.

É necessário desenvolver uma solução para um problema tecnológico industrial, um produto ou um processo, que conte com a participação de pesquisadores suecos e brasileiros no seu desenvolvimento e que possa ser comercializada ou ir para o mercado no futuro.

Todas as áreas são contempladas, porém as seguintes áreas são prioritárias: Aeronáutica, Smart Cities (Cidades Inteligentes), IoT (Internet das Coisas), Bioeconomia, Mineração Sustentável e Life Science.

Para mais informações, entre em contato por meio do e-mail:  marciocanedo@ibict.br

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Publicado em Notícias

Que tal participar de encontros com empresas e financiadores internacionais? No dia 2 de setembro acontece o Start-ups Going International, evento online onde empresas de diversos países poderão apresentar seus projetos a potenciais parceiros e investidores da União Europeia. Empresas de todo o mundo estão registradas para negociações bilaterais, oriundas de países como Alemanha, Polônia, Índia, Bielorrússia e República Tcheca.

O evento é gratuito e voltado para startups e pequenas e médias empresas interessadas em conhecer projetos inovadores e realizar networking internacional. Nas reuniões virtuais, os participantes poderão estabelecer novos contatos, fazer o intercâmbio de conhecimentos, entender o ambiente de negócios de diferentes países e descobrir novas oportunidades.

Os inscritos acessam um ambiente virtual e seguro para reuniões, onde poderão realizar uma apresentação breve de seus produtos, projetos ou negócios. Cada apresentação vai durar 15 minutos. Os participantes podem ainda agendar reuniões 1:1 (one-to-one) para conversar diretamente com potenciais parceiros.

O Start-ups Going International é uma realização colaborativa de agências de inovação e negócios da União Europeia e da Enterprise Europe Network (EEN), rede que promove o crescimento de pequenos e médios negócios com a União Europeia.

“Esse é um evento de matchmaking que tem a participação das várias agências de inovação da rede, além do escritório latino-americano de propriedade intelectual da EEN. A ideia é fazer uma primeira rodada de negócios e entender o interesse dos países participantes em cooperação, especialmente os da América Latina”, diz Márcio Canedo, pesquisador do Ibict e coordenador da rede EEN Brasil.

A EEN Brasil é gerenciada pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Como se inscrever?

O evento acontece no dia 2 de setembro, das 7hs às 12h30 (horário de Brasília), na plataforma online b2match. As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 31 de agosto.

Para realizar a sua inscrição, acesse:

 https://start-ups-going-international.b2match.io/

 

Para dúvidas ou informações, entre em contato:

EEN Brasil: Márcio Canedo – marciocanedo@ibict.br

 

Carolina Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict 

Publicado em Notícias
Página 3 de 3
Fim do conteúdo da página